Tu, meu amigo celestial, meu Anjo,
Que me conduziste à Terra
E me guiarás pelos portais da morte
À morada espiritual da alma humana.
Tu, que conheces os caminhos desde milênios,
não deixes de me iluminar, fortalecer e aconselhar
para que eu, do fogo tecedor do destino, saia
como um crisol mais resistente
e aprenda a compenetrar- me cada vez mais
no sentido dos alvos divinais do Mundo. "
R.Steiner



"Para que possa surgir o possível,
é preciso tentar uma e outra vez o impossível."
Herman Hesse