O movimento Waldorf tem crescido muito nos últimos anos em todo o globo. Atualmente há mais de 2.000 escolas de Ensino Infantil e 1.200 de Ensino Fundamental/Médio atuantes nessa pedagogia em todos os continentes. São 102 anos de história formando crianças e jovens que trazem em si o impulso da transformação social e a busca por relações mais humanas e solidárias. No Brasil essa é uma realidade há 65 anos, quando foi fundada a 1º escola Waldorf. Ao longo do tempo, as diversas Federações de Escolas Waldorf do mundo vêm trabalhando com o objetivo de zelar pelos princípios dessa pedagogia, criando processos para acompanhar o desenvolvimento saudável de suas escolas, valorizando os saberes das diferentes regiões e abrindo espaços para discutir de que maneira é possível renovar essa pedagogia mantendo suas bases filosóficas e espirituais. O trabalho das Federações de Escolas Waldorf tem se dado por meio do cuidado com a formação de novos professores e professoras, com a formação continuada do corpo docente, com a gestão compartilhada, com a atuação das comunidades escolares para além de seus espaços físicos em diálogo com outras linhas pedagógicas, e com estímulos à política de equidade social e educação voltada à sustentabilidade ambiental. Desta maneira caminham desenvolvendo um olhar mais cuidadoso para a rede de escolas de cada país, valorizando trabalhos de excelência na Pedagogia Waldorf. No Brasil houve um crescimento significativo do número de escolas e instituições inspiradas nessa pedagogia, chegando hoje a 257 iniciativas em todas as regiões do país. Vemos assim um movimento nacional se configurando em 22 estados brasileiros, composto, em sua grande maioria, por escolas associativas, sendo 25 delas instituições que carregam em sua missão a vocação social, oferecendo a crianças e jovens em vulnerabilidade a possibilidade de experienciar essa educação com gratuidade no ensino. Com o crescimento de mais de 200% nos últimos dez anos, a FEWB, em conjunto com o Fórum de Tutores, o Fórum das Formações e o GAAEW, têm dedicado, tanto pedagógica quanto administrativamente, um olhar mais atento ao desenvolvimento saudável de iniciativas nascentes, bem como para aquelas escolas que já estão dando seus primeiros passos. A fim de facilitar esse cuidado e torná-lo mais autônomo, desenvolvemos um novo processo para a filiação de escolas e instituições e um processo de reconhecimento das escolas já estruturadas e que vem trabalhando ao longo dos anos para garantir excelência pedagógica: o SELO WALDORF.